6 de setembro de 2015

Retalhos.

Retalhos.

Retalhos de um poeta cansado,
Que nas noites de boêmia se perdeu,
Aos goles de cachaças,
O seu corpo desfaleceu,
Retalhos são apenas retalhos,
Praticamente na decadência,
Caído pelo surjo chão,
Retalhos de um poeta cansado,
E a eterna dor do seu coração.


Edriano da Maloca
Mais informações »

13 de abril de 2015

Beijo...















Beijo...


Quero apenas seus beijos,
Quero teus beijos de amor,
Quero teus beijos de desejos,
Quero os seus beijos, beija-flor,
Quero apenas seus beijos,

Quero teus beijos doce de amor.


                      Poeta Edriano Silva
Mais informações »

7 de abril de 2015

Sentimento...

Sentimento...

Levo o meu sentimento,
Nas folhas de uma árvore caída,
Como se fosse o último verso de minha vida,
Levo o meu sentimento,
Sobre o belo desejo,de uma noite de luar,
Canto então um cântico novo,para me deleitar,
Levo o meu sentimento,como levo o meu pensar.

                                    Poeta Edriano da Maloca
Mais informações »

15 de janeiro de 2015

Saudades...




Saudades...

Ou, saudade,
Lá do sertão de uma cama movimentada,
Um homem e uma mulher apaixonada,
Vivendo intensamente um amor,
Ou, saudades
Lá do sertão de uma cama movimentada,
Eu e o meu grande amor.


                                                   Poeta Edriano Silva
Mais informações »

Quero...


 Quero...

Quero tudo de novo,
Quero tudo que tem em você,
Quero seus beijos,
Quero seus desejos,
Quero sentir sempre você,
Quero tudo de novo,
Quero sempre amar e desejar você.

                        Poeta Edriano Silva
Mais informações »

Aquele...

Aquele...

Ainda sinto o doce daquele beijo,
O doce beijo que me preencheu,
Ainda sinto em minha boca o sabor,
Ainda sinto aquela pureza,
Ainda o doce daquele beijo,
Ainda sinto o doce sabor do amor.

                    Poeta Edriano Silva
Mais informações »

------

---